Seg a Sex - 9h00 às 12h30 e 14h00 às 18h30

A solução para a foliculite!

A foliculite é uma patologia da pele caracterizada pela inflamação dos folículos pilosos – inflamação na raiz do pelo, a parte que fica dentro da pele. Geralmente, é causada por pelos encravados, mas também pode acontecer devido a uma infeção por bactérias da pele, fungos ou vírus, provocando o surgimento de vermelhidão e pequenas bolhas com pus, semelhantes à acne, que causam dor, comichão e desconforto cutâneo.

A inflamação cutânea pode ocorrer espontaneamente ou favorecida por fatores como:

  • Roupas apertadas e que retêm calor
  • Exposição a ambientes ou água quentes
  • Suor excessivo
  • Atrito com lâminas
  • Lesões de pele provocadas pela depilação
  • Curativos
  • Outras lesões de pele como dermatite, acne, escoriações e feridas cirúrgicas
  • Baixa imunidade provocada por diabetes, leucemia, medicamentos ou imunodeficiências
  • Uso prolongado de antibióticos, principalmente para tratamento de acne
  • Obesidade
  • Alterações hormonais

Pode ocorrer em qualquer região do corpo que tenha pelos, mesmo os mais finos, contudo, os locais mais afetados pela foliculite são o pescoço, as costas, as nádegas e as regiões de depilação, em especial as axilas e a virilha.

É importante tratar a foliculite no seu estado inicial para evitar as cicatrizes na pele. Para os casos mais simples, apenas o uso de sabonetes antibacterianos e de cuidados extras com a higiene local e das mãos é suficiente para resolver a foliculite. Os casos com sinais claros de infeção requerem o uso de antibióticos orais que destroem as bactérias.

A depilação com métodos tradicionais pode provocar micro lesões que geram uma porta de entrada para os microrganismos. Já os métodos mais duradouros, como o laser e a fotodepilação, destroem todo o folículo piloso e raramente levam ao surgimento de foliculite, sendo os mais recomendados para quem sofre desta inflamação cutânea.

Geralmente é possível prevenir a foliculite com alguns cuidados gerais com a pele e com a depilação:

  • Preferir a depilação a laser
  • Não usar roupas apertadas nas regiões normalmente afetadas pela foliculite
  • Manter a pele livre de células mortas com produtos específicos para esfoliação
  • Evitar o uso de lâminas para se depilar
  • Evitar recorrer a vários métodos diferentes de depilação e investir no que for mais indicado para cada região do corpo de acordo com a espessura do pelo e do tipo de pele
  • Se realizar a depilação em casa, prestar cuidados redobrados de higiene e preferir materiais descartáveis
  • Manter a frequência adequada na depilação
  • Usar sabonetes antissépticos antes e após a depilação
  • Após a depilação, preferir roupas confortáveis, de preferência, de algodão
  • Investir na hidratação e beber muita água
  • Procurar manter um peso saudável
  • Não utilizar roupas de banho molhadas por muito tempo